Na cama


beauty_and_the_beast.jpgA bela e a fera.Era uma vez uma bela e virgem mocinha que foi raptada por uma fera. A fera era grande, chifruda, bruta e avantajada. A fera enjaulou a bela por semanas, e fez dela sua prisioneira. A fera tinha planos, planos sórdidos desde um cunilingus básico à gang-bang na floresta negra. E por noites a seguir a bela virgem esperneou, gritou, cansou e dormiu, dormiu o sono mais profundo de sua jovem vida.

Enquanto dormia, a fera se aproximou, a desnudou, farejou as suas carnes, acarinhou seus pelos e sentiu a textura de sua vagina virgem. Não se conteve e a lambeu devagar e com cuidado para não despertar a sua presa, que por medo, fingia dormir.

Toda a noite, durante semanas, o mesmo ritual se repetia: a fera lambia mais profundamente a bela que fingia dormir, não mais por medo, e sim por puro tesão.

Uma noite, porém, a fera não apareceu e a virgem não dormiu. Na noite seguinte a fera aparece ofegante e ereta, a observa dormindo, desta vez, não a acarinhou, tampouco a lambeu como de costume, ao invés disso, a fera a libertou!!!

A bela deu um salto pronta a gozar sua liberdade, quando um aperto no peito lhe imobilizou. – “Fera, por noites a fio, você me lambeu e lambeu, e agora você me liberta? Não gostas mais do meu sabor? Me lambe por favor? Please???

A besta rosnando embargada respondeu: “Doce bela virgem, Eu te lambia para me conter e não te comer, o teu cabaço é delicioso, mas hoje eu….er…. eu decidi! Eu vou enfim, te comer! Tire a roupa!

A bela toda serelepe se despe e se atira nas garras da fera, que a esquarteja e a devora.

Moral da estória: Sindrome de Estocolmo, é o caralho!

Anúncios

Quem disse que só se pode fazer sexo nos finais de semana ou, quem sabe, um dia sim e outro não? Se você quer esquentar a sua vida sexual e a de seu namorado, que tal pensar em um cardápio especialmente sensual para a semana?

Diga não à rotina
Você terá que encarar essa semana sensual com bom-humor, mente aberta e boa disposição. Não se trata de se matar de tanto fazer sexo, mas de disfrutar novas formas de ver e tratar a relação sexual de um casal.

Para que a semana seja perfeita, você e seu parceiro têm que planejá-la detalhadamente. A fase que antecede o planejamento será ótima para empolgar o casal, já que nela os dois devem falar um ao outro suas preferências e fazer um pacto para dedicar a cada um dos sete dias uma forma diferente. Nós propomos sete maneiras de se praticar o sexo, mas você deve também fazer o seu próprio menu.

segunda feira ->com as maos

Lembra no começo do relacionamento, quando o mero toque já levava às alturas? Esta segunda-feira será um ótimo momento para relembrá-lo. Talvez os hábitos, os corpos e seus gostos tenham mudado radicalmente, mas nada pode dar errado em uma mastubarção em conjunto, ainda mais se permite lembrar aqueles dias em que a masturbação era a máxima aspiração do casal.

terca feira ->banho sensual

Uma boa ducha quentinha, água abundante, sem nenhum pressa, os corpos bem molhados, esfregando a esponja um no outro, com muito sabão percorrendo o corpo de seu parceiro… Talvez vocês parem por aí, na ducha quente e relaxante, mas talvez ela só sirva como começo. De qualquer maneira, o importante é celebrar o ritual de um banho sensual e tomado juntinho.

quarta feira ->sexo oral

Como a entrada de uma excelente refeição, o sexo oral faz o menu de quarta-feira. Individualmente ou mesmo tempo, na famosa posição numérica, ele deve ser feito com suavidade e dedicação extrema. E, claro: sem pressa.

quinta feira ->jantar a dois

A sensualidade de quinta-feira estará centrada em uma boa mesa – de casa ou do restaurante – iluminada com velas e servida com elegância. Tanto faz se o menu é afrodisíaco ou não. O que importa é a intimidade e a química que une os dois amantes. É uma boa hora para praticar mais sexo oral e de cada um contar as suas fantasias e desejos.

sexta feira ->filme porno

Na sexta-feira, é hora de ir ao cinema. Ou melhor, de ficar em casa e assistir a um vídeo. Pornô, claro. Obviamente tem de ser um filme proibido para menores de 18 anos e com tema explicitamente sexual. Sem nenhuma vergonha, temor ou pudor em frente às cenas vistas.

Um recente estudo mostrou que cada vez mais mulheres procuram ver filmes pornográficos. Pois então, nada melhor que comtemplá-los na companhia de seu parceiro – que já deve conhecer vários de cor e salteado mesmo.

Sabado ->banho de espuma

Quanto tempo faz que vocês não tomam um banho desses juntos? Hoje é dia de banho de espuma. Quente e íntimo. Perfeito para acariciar um ao outro, fazer massagens gostosas, roçar as zonas erógenas e acabar sabe-se lá como e onde

Domingo ->fim de festa

Cansados da agitação da semana? Seguramente não. Se vocês ainda não chegaram ao prato principal – sim, ao velho e sempre bom sexo -, está na hora de experimentá-lo. Se não agüentaram o clima de sensualidade dos outros dias e já o fizeram, está na hora de fazer uma “auto-avaliação”.

Vocês têm que aproveitar as últimas horas e repassar algumas dúvidas: fizemos aquela posição de que tanto falamos? Repetimos aquela que tanto nos agradou? Acabaremos esta semana sensual sem ter tornado nossas fantasias realidade? Sem dúvida alguma domingo é o dia perfeito para abrir uma garrafa de champanhe e celebrar um ótimo fim de festa.

aranhas3.jpgComo todos sabem, as mulheres têm uma membrana interior a que se dá o nome de hímen (vulgarmente conhecido como cabaço), considerado por muitos, o símbolo de virgindade feminina.

Em tempos antigos (e ainda em algumas culturas) era normal as mulheres casarem ainda virgens, sangrar na noite de sua primeira vez era extremamente importante, considerando até como sinal de honra!

Bom, os tempos mudaram (creio eu que ainda bem, senão, pela lógica, já não seria fácil encontrar mulheres com “honra”, \o/ ), mas muitas pessoas ainda consideram importante o “sangrar” durante a primeira vez.

O problema é que esta membrana não rompe somente com a relação sexual, pode vir a romper-se com esforços físicos também, o que acarretara a garota passar por mentirosa aos olhos do namorado que a julgava como virgem…

Conheço historias de algumas amigas que já passaram por este mesmo acontecimento.

Por isso, não se aflijam, nem desconfiem, de suas namoradas, que dizem serem virgens, e não sangrarem na primeira vez. É perfeitamente normal não sangrar. Não é preciso criar uma discussão em torno deste assunto, é algo que acontece frequentemente e com toda certeza já aconteceu a varias garotas e isso não quer dizer que elas estão mentindo.

 

carnuda.jpg

Conheço algumas mulheres sexualmente ativas ( as vezes BEM ativas ) que são rotuladas por ninfomaníacas…

No entanto, pouco se sabe sobre o assunto…

A falta de conhecimento do significado deste “conceito” pode levar que o mesmo seja atribuído erroneamente e, muitas vezes, encarado como uma “qualidade” na mulher…

A idéia que existe é que ninfomaníaca, são mulheres que possuem um grande apetite sexual, gostam de ter orgasmos e de ter relações sexuais… porem… é totalmente errado este conceito de ninfomaníaca…

«Ninfomaníacas são mulheres que têm um intenso e permanente desejo sexual. Em outras palavras, necessitam do ato sexual de uma forma compulsiva, isenta de emoção e sentimento ou até isenta de prazer.

O parceiro com quem a mulher tem a relação sexual não passa de mero objeto que a permite saciar esta forte vontade de fazer sexo.

Normalmente, as ninfomaníacas são mulheres com uma grande dificuldade em aceitar a sua feminilidade e emocionalmente confusas. O desejo compulsivo da pessoa ninfomaníaca afeta o seu cotidiano. Preocupa-se a tal ponto com os seus pensamentos e sentimentos sexuais que acaba por prejudicar suas atividades diárias e relacionamentos afetivos.

Quando são obrigadas a controlar ou reprimir o desejo sexual, instala-se a ansiedade, irritabilidade e até mesmo a depressão. O impulso sexual pode ser saciado através da relação sexual, de atitudes exibicionistas e voyeurismo, da masturbação excessiva ou, em casos mais extremos, da prostituição. Os parceiros sexuais destas mulheres não são ser fixos e, na maioria das vezes, não são os mesmo. Nelas não existe o receio ou vontade de estabelecer vínculos com o parceiro. O único vínculo que possa existir é temporário, pois é de simplesmente sexual.

Possuir um (intenso e permanente) desejo sexual, não é sinônimo ninfomania

CAUSAS

As causas podem ser varias, desde um distúrbio de substâncias no sistema nervoso até um desequilíbrio emocional, durante o desenvolvimento sexual.

TRATAMENTO

O tratamento ideal para este tipo de disfunção pode ser por uma terapia isolada ou, dependendo do caso, em grupo, ou até mesmo com a administração de medicamentos.

Agora que já sabem… da próxima vez que quiserem chamar alguém ninfomaníaca…Pensem duas vezes, pode não ser exatamente o que pensam da outra pessoa…

Todos sabemos que o sexo é algo sensorial e que exige a participação apurada de todos os nossos sentidos…

Quem não gosta de passar as mãozinhas pelo corpo da parceira, sentir todas aquelas curvas, seios, as coxas, ou os peitorais nos homens, os ombros etc , etc …

Quem não gosta de ouvir os gemidos e suspiros de prazer do companheiro?

Quem não gosta de provar e “saborear” o corpo e os fluidos do amante?

Quem não gosta do cheiro a sexo que emana dos corpos após uma boa sessão de prazer mútuo?

E por último, quem não gosta de observar os corpos em plena ação?

Hoje vou falar … SEXO COM TRANSPARÊNCIA

Geralmente existe aquela tendência de apagar as luzes quando o clima começa a esquentar… claro, que no escuro uma pessoa sente-se mais à vontade, desinibida, não há o que se preocupar com pequenas imperfeições pelo corpo e com o que a parceira possa pensar do nosso corpo…

Isto até pode ser tudo muito bonito, principalmente nos filmes, que passam uma imagem muito romântica do “Ato”, mas na realidade… digam a verdade… não preferem ver o corpo do parceiro? ver as curvas da sua namorada enquanto ela está em cima de vocês… ver os músculos do seu namorado quando ele “trabalha”…

No escuro existe aquela sensação do inesperado, não se sabe o que pode vir a seguir, mas com “transparência” é muito mais excitante, pode-se observar bem a expressão de prazer na face do companheiro…

Existem pessoas que têm um certo receio de estarem nuas em frente ao parceiro, mas sinceramente não consigo compreender o motivo… Por quê essas frescuras (tão típicas das mulheres) em relação ao corpo?

“Será que ele vai notar a celulite?”

“E aquelas estrias?”

“Com certeza que ele vai reparar na minha barriga”

Porquê estas preocupações todas? Só irão fazer com que estejam tensas e não se entreguem completamente ao sexo, tornando o sexo uma coisa chata para ambos os lados

Se estamos ali com vocês é porque de uma maneira ou de outra vocês nos excitam e ele nem repara nas imperfeições… Se não gostasse, não estaria-mos ali todo excitado em cima de vocês ou em outras posições… Pois estamos mais interessados em sexo e não em celulites e estrias…. Porra, afinal queremos é transar ( desculpem a minha forma grosseira de falar)

Então, acendam as luzes, apaguem essas frescuras da cabeça e entreguem-se 100% ao sexo, e vão ver que vale muito mais a pena!