Sexualidade


aranhas3.jpgComo todos sabem, as mulheres têm uma membrana interior a que se dá o nome de hímen (vulgarmente conhecido como cabaço), considerado por muitos, o símbolo de virgindade feminina.

Em tempos antigos (e ainda em algumas culturas) era normal as mulheres casarem ainda virgens, sangrar na noite de sua primeira vez era extremamente importante, considerando até como sinal de honra!

Bom, os tempos mudaram (creio eu que ainda bem, senão, pela lógica, já não seria fácil encontrar mulheres com “honra”, \o/ ), mas muitas pessoas ainda consideram importante o “sangrar” durante a primeira vez.

O problema é que esta membrana não rompe somente com a relação sexual, pode vir a romper-se com esforços físicos também, o que acarretara a garota passar por mentirosa aos olhos do namorado que a julgava como virgem…

Conheço historias de algumas amigas que já passaram por este mesmo acontecimento.

Por isso, não se aflijam, nem desconfiem, de suas namoradas, que dizem serem virgens, e não sangrarem na primeira vez. É perfeitamente normal não sangrar. Não é preciso criar uma discussão em torno deste assunto, é algo que acontece frequentemente e com toda certeza já aconteceu a varias garotas e isso não quer dizer que elas estão mentindo.

Anúncios

 

carnuda.jpg

Conheço algumas mulheres sexualmente ativas ( as vezes BEM ativas ) que são rotuladas por ninfomaníacas…

No entanto, pouco se sabe sobre o assunto…

A falta de conhecimento do significado deste “conceito” pode levar que o mesmo seja atribuído erroneamente e, muitas vezes, encarado como uma “qualidade” na mulher…

A idéia que existe é que ninfomaníaca, são mulheres que possuem um grande apetite sexual, gostam de ter orgasmos e de ter relações sexuais… porem… é totalmente errado este conceito de ninfomaníaca…

«Ninfomaníacas são mulheres que têm um intenso e permanente desejo sexual. Em outras palavras, necessitam do ato sexual de uma forma compulsiva, isenta de emoção e sentimento ou até isenta de prazer.

O parceiro com quem a mulher tem a relação sexual não passa de mero objeto que a permite saciar esta forte vontade de fazer sexo.

Normalmente, as ninfomaníacas são mulheres com uma grande dificuldade em aceitar a sua feminilidade e emocionalmente confusas. O desejo compulsivo da pessoa ninfomaníaca afeta o seu cotidiano. Preocupa-se a tal ponto com os seus pensamentos e sentimentos sexuais que acaba por prejudicar suas atividades diárias e relacionamentos afetivos.

Quando são obrigadas a controlar ou reprimir o desejo sexual, instala-se a ansiedade, irritabilidade e até mesmo a depressão. O impulso sexual pode ser saciado através da relação sexual, de atitudes exibicionistas e voyeurismo, da masturbação excessiva ou, em casos mais extremos, da prostituição. Os parceiros sexuais destas mulheres não são ser fixos e, na maioria das vezes, não são os mesmo. Nelas não existe o receio ou vontade de estabelecer vínculos com o parceiro. O único vínculo que possa existir é temporário, pois é de simplesmente sexual.

Possuir um (intenso e permanente) desejo sexual, não é sinônimo ninfomania

CAUSAS

As causas podem ser varias, desde um distúrbio de substâncias no sistema nervoso até um desequilíbrio emocional, durante o desenvolvimento sexual.

TRATAMENTO

O tratamento ideal para este tipo de disfunção pode ser por uma terapia isolada ou, dependendo do caso, em grupo, ou até mesmo com a administração de medicamentos.

Agora que já sabem… da próxima vez que quiserem chamar alguém ninfomaníaca…Pensem duas vezes, pode não ser exatamente o que pensam da outra pessoa…

Todos sabemos que o sexo é algo sensorial e que exige a participação apurada de todos os nossos sentidos…

Quem não gosta de passar as mãozinhas pelo corpo da parceira, sentir todas aquelas curvas, seios, as coxas, ou os peitorais nos homens, os ombros etc , etc …

Quem não gosta de ouvir os gemidos e suspiros de prazer do companheiro?

Quem não gosta de provar e “saborear” o corpo e os fluidos do amante?

Quem não gosta do cheiro a sexo que emana dos corpos após uma boa sessão de prazer mútuo?

E por último, quem não gosta de observar os corpos em plena ação?

Hoje vou falar … SEXO COM TRANSPARÊNCIA

Geralmente existe aquela tendência de apagar as luzes quando o clima começa a esquentar… claro, que no escuro uma pessoa sente-se mais à vontade, desinibida, não há o que se preocupar com pequenas imperfeições pelo corpo e com o que a parceira possa pensar do nosso corpo…

Isto até pode ser tudo muito bonito, principalmente nos filmes, que passam uma imagem muito romântica do “Ato”, mas na realidade… digam a verdade… não preferem ver o corpo do parceiro? ver as curvas da sua namorada enquanto ela está em cima de vocês… ver os músculos do seu namorado quando ele “trabalha”…

No escuro existe aquela sensação do inesperado, não se sabe o que pode vir a seguir, mas com “transparência” é muito mais excitante, pode-se observar bem a expressão de prazer na face do companheiro…

Existem pessoas que têm um certo receio de estarem nuas em frente ao parceiro, mas sinceramente não consigo compreender o motivo… Por quê essas frescuras (tão típicas das mulheres) em relação ao corpo?

“Será que ele vai notar a celulite?”

“E aquelas estrias?”

“Com certeza que ele vai reparar na minha barriga”

Porquê estas preocupações todas? Só irão fazer com que estejam tensas e não se entreguem completamente ao sexo, tornando o sexo uma coisa chata para ambos os lados

Se estamos ali com vocês é porque de uma maneira ou de outra vocês nos excitam e ele nem repara nas imperfeições… Se não gostasse, não estaria-mos ali todo excitado em cima de vocês ou em outras posições… Pois estamos mais interessados em sexo e não em celulites e estrias…. Porra, afinal queremos é transar ( desculpem a minha forma grosseira de falar)

Então, acendam as luzes, apaguem essas frescuras da cabeça e entreguem-se 100% ao sexo, e vão ver que vale muito mais a pena!

Já sei que todo mundo gosta e também sei que muitas pessoas (pelo menos as que conheço) acham totalmente ridícula a idéia de que masturbação é nojenta!

Não vou dizer que a masturbação é uma maneira da pessoa conhecer melhor o seu corpo e descobrir os seus pontos mais erógenos, porque vocês já sabem…

O que vou falar (muito por alto, por que não sou um bom conhecedor sobre o assunto ) é sobre os mitos e as teorias em torno desta prática …

Quem já não ouviu dizer que masturbar-se dá espinhas?

As espinhas que têm na cara não é por estarem “trabalhando” constantemente, simplesmente faz parte do crescimento das pessoas.

Quando era pequeno, minha mãe disse-me que quando eu “brincasse” iria aparecer espinhas, claro, que na época eu era um ingênuo, acabei acreditando e estava sempre me olhando no espelho para ver se não tinha nenhuma. Só que claro que garoto no auge da puberdade vai ter espinhas, quando aparecia uma eu ficava desesperado para não deixar que os outro vissem.

Pelos…

Outra coisa que supostamente aparece com masturbação são essas coisinhas escuras, espetadas e tão” estéticas” espalhadas pelos nossos corpinhos, que se denominam pêlos! E aquela famosa história que os mais velhos contam ( ao perceberem o nosso trabalho braçal), “Aparece pelos nas mãos se ficar se masturbando muito” ( todo garoto já ouviu essa).

Se isto fosse verdade, então por que é que as atrizes porno nunca têm pêlos? han ?? han ?? Portanto é… outro mito!!

Cegueira…

Esta é simplesmente demais! Confesso que só a descobri porque fui pesquisar mais sobre os mitos.

Não me venham com histórias! Masturbação cega, por que você acha que tem gente de óculos escuros e com cães guias ao lado!

Toco uma desde dos meus 8 para 9 anos e ainda não fiquei cego (e espero não ficar!!), sou míope e surdo, mais cego jamais! XD

Por último… esta não tem só a ver com a masturbação e desde já perdoem-me as “mulheres” que utilizam desta como desculpa quando não quer ter alguma “ação” com os respectivos parceiros… Rapazes, homens e senhores ( maxarada geral ), prestem atenção…

DORES DE CABEÇA…

Esta é capaz de ser a desculpa mais velha que as mulheres usam! Meus queridos, quando vocês quiserem satisfazer o vosso desejo sexual e as vossas parceiras vos disserem…

“Agora não amorzinho, estou com uma terrível dor de cabeça, deixa eu ficar aqui sossegadinha”

… é ai que vocês têm de insistir mais, argumentem que ao fazerem sexo a dor de cabeça desaparece logo (ou quase logo). Claro que há aquelas dores de cabeça fortes e que deixam qualquer um louco, aí você tem que esperar a próxima, ou então, ir na mão mesmo. Mas cuidado aquelas mulheres que usam esta desculpa sistematicamente, só para não terem de ir para a cama com os “maridos”…

Bem, agora eu vou trabalhar aqui, e talvez eu “trabalhe” mais tarde.

PS: Dedico este texto para a Biga, que não para de “fertilizar” minha mente nada pura.

Biga assim tu me deixa doido… Ou tu me consolas ou eu tenho um treco.

Imagem: DGirl